A Viajante dos Sonhos Dourados!

“Eu mal lembrava-me de meus próprios sonhos!”

    Então, um dia, ou talvez uma noite, encontrei Halpt em sua casinha feita de barro e de desenhos de mãos nas paredes, localizada em sua Amada Ilha Pervina! Ela sorriu quando me viu, e disse que estava me esperando a um longo tempo. Disse-me que eu estava atrasado, pois ela tivera um Sonho Dourado, e disse que por isso a hora havia chegado.

    Os seus pais, contou-me, haviam subido pela escada amarela em cima do telhado, e Halpt já estava pronta para partir. Sem demora e sentindo-me envergonhado por fazer uma dama esperar, peguei emprestada (que atrevimento o meu!) a pena de pássaro do céu e um pedaço de pergaminho amarelado de Halpt, escrevendo:

    “Era uma vez… Uma menina numa pequena…”

    “Não! Não! Não!”, surpreendeu-me Halpt, interrompendo-me. “Sou eu que devo escrever sobre Halpt. Você conta outra história!”

    Prometi, então, que escreveria sobre outras coisas… Como você bem verá, não pude cumprir minha promessa de todo, e até hoje sinto um peso no coração, que parece está trancado em um quartinho escuro e apertado…

    “Perdoa-me, Halpt…”

    Saiba o que escrevi sobre a Halpt e sua viagem à procura do Mundo, clicando nas imagens abaixo, e boa leitura!

*sinopse logo abaixo, e resenhas aqui!

          (E-book na Amazon!)                   (Impresso no Clube de Autores!)                  (E-book na Livraria Saraiva!)

Capa oficial 1f63e78fe6b686c4df2655bad23a7be9 Capa oficial

.

.

For divulgação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s